A CNH digital — ou CNH-e (Carteira Nacional de Habilitação Digital) — foi implementada no ano de 2017. O Conselho Nacional de Trânsito aprovou esse documento em formato digital no mês de julho de 2017. E você, já está usando? Com essa versão, se preferir, você não precisa mais ter em mãos o documento impresso.

Ainda assim, não podemos dizer exatamente que a CNH digital é uma substituição para o documento em papel. Aqueles que preferem andar com a versão impressa também podem solicitar uma, já que o documento não vai deixar de ser emitido.

Dessa forma, o motorista continua tendo as duas opções: apresentar a versão impressa ou a sua CNH digital, que traz mais segurança e comodidade. Quer saber mais e aprender a fazer o cadastro? Então, continue acompanhando e confira! Boa leitura!

O que é a CNH digital e por que ela reduz a burocracia para os motoristas?

A CNH digital (ou CNH-e) apresenta o mesmo valor jurídico do documento na versão impressa, podendo ser acessada a partir de um aplicativo que foi desenvolvido pelo Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados). Trata-se de uma solução que armazena todos os dados da carteira impressa, inclusive QR Code e foto, assegurando maior autenticidade ao documento.

Sendo assim, a mudança reduz toda aquela burocracia de emissão e de tramitação de papéis, facilitando a vida dos motoristas.

Como deve ser feito o cadastro?

Você consegue fazer o cadastro e obter a CNH digital em alguns passos. Confira:

  • quem pode tirar o documento: antes de tudo, é preciso ter a CNH em papel, com QR Code. Aquele que tiver a versão antiga vai precisar pedir uma segunda via ou, então, renovar a impressa para solicitar a digital;
  • cadastro no Denatran: o segundo passo é fazer o cadastro no portal de serviços do Denatran. Basta entrar no item “cadastro”, localizado no menu à esquerda. Depois de preencher tudo, o site vai avisar que enviou um link de ativação. Então, é hora de verificar o seu e-mail e ativar o cadastro;
  • visita ao Detran: em seguida, é preciso ir ao Detran para confirmar os seus dados. Quem optar pelo certificado digital (pago) pode fazer o processo online;
  • aplicativo da CNH no celular: o passo seguinte é baixar o aplicativo da CNH digital, que se encontra nas lojas oficiais do Google e da Apple.

Tenha cuidado com os aplicativos falsos. Lembre-se de que o oficial é totalmente gratuito e nele está escrito o nome do Serpro. Lembre-se, também, de que você terá que criar uma senha de 4 dígitos para acessar o documento no seu aparelho.

Como é comprovada a autenticidade do documento?

A autenticidade da CNH digital pode ser comprovada a partir da leitura de um QR Code ou da assinatura com certificado digital do emissor (Detran), mas isso não significa que há a necessidade de ter sinal de internet para acessar o documento.

O documento digital tem validade jurídica, afinal, ele conta com padrões técnicos que sustentam um sistema criptográfico, garantindo a sua validade. Com essa nova versão da CNH, sempre presente no celular, você vai evitar constrangimentos, caso o documento não se encontre em seu carro no momento. Sem contar que você também vai ter um documento de identificação em seu dispositivo móvel.

No entanto, se acabar a bateria do celular e a CNH impressa não estiver com você, saiba que há uma grande chance de ganhar uma multa no valor de R$ 88,38 e ainda três pontos na carteira. Mas, tomando os cuidados devidos, você só tem a ganhar com o documento digital.

A CNH digital surgiu como um facilitador para a vida do motorista, que evita burocracias, diminui as chances de perder o documento e impede que problemas maiores, como multas, aconteçam. Então, não deixe de fazer o cadastro e tenha a sua em seu celular!

Gostou do texto? Quer continuar acompanhando as nossas atualizações? Então, aproveite para seguir as nossas páginas nas redes sociais. Estamos no Facebook, no YouTube e no Instagram!

Escreva um comentário