Acompanhe esse conteúdo e venha saber um pouco mais sobre o perfect clean, o porquê de seu uso e seus benefícios.

O perfect clean é uma composição química desenvolvida pela Koube para limpar o sistema de alimentação, admissão e câmara de combustão do motor de automóveis. Se o seu carro estiver falhando ou apresentando barulhos estranhos, perfect clean, pode ser a solução.

Segundo o fabricante, ele “tem a propriedade de remover e dissolver o carvão, as borras e demais incrustações, transformando-as em micropartículas gasosas; evitando assim, sérios problemas como quebra de válvulas, risco nas camisas dos cilindros e obstrução dos catalisadores.”

Ainda segundo o fabricante, ele “é indicado para limpeza de bicos injetores, descarbonização de motores, pré-ignição, detonação e falhas de motor ocasionadas por combustível adulterado. Sua aplicação deve ser diretamente no tanque de combustível obedecendo as instruções de uso.”

Indicações de Uso

Pode ser utilizado tanto de forma preventiva como de forma corretiva, embora o ideal é que se utilize o produto de forma preventiva.

De forma preventiva

Em caráter preventivo utilize o conteúdo de 1 lata de Perfect Clean para um tanque com até 75 litros de combustível.

De forma corretiva

Em caráter corretivo adicione todo o conteúdo de 1 lata de Perfect Clean no tanque de combustível. Observando que o mesmo não deve conter mais de 1/4 de combustível.

Funcione o veículo por 20 minutos em marcha lenta, se possível dê uma volta de 5 a 10 km com o veículo.

Não persistindo mais os sintomas o tanque poderá ser completado com o combustível normalmente.

Caso prático – O Veículo e os Sintomas

Abaixo um usuário relata a sua experiência com o Perfect Clean:

“O Perfect Clean foi adquirido para ser usado em um Gol geração 3 (G3), que já tinha mais de 230.000 Km rodados na ocasião. No passado, ele rodava muito em rodovias e raramente apresentava problemas. No motor nunca apresentou. O óleo de motor sempre foi trocado rigorosamente a cada 5.000 Km rodados, ou na validade determinada, sempre pelo óleo especificado pela fabricante.

Mas de uns anos para cá, este Gol G3 passou a rodar menos, e predominantemente na cidade, em trechos curtos. Eventualmente o motor começou a apresentar algumas falhas.

 O diagnóstico do mecânico foi de que o motor estava carbonizado. Fez a limpeza de bicos injetores, velas de ignição, dentre outros componentes. Recomendou andar mais em rodovias, usar apenas gasolina aditivada e usar aditivo da Bardahl.

O carro melhorou bastante após estas limpezas, e mais ainda cumprindo as recomendações, mas vez ou outra ele ainda falhava. Bem pouco, é verdade. Imaginei que ainda poderia haver sujeira na câmara de combustão. Abri-la para limpar é complicado e caro, normalmente só é feito com retífica, não era algo que valeria a pena fazer dados os sintomas leves que haviam restado.”

A Escolha do Perfect Clean

“Comecei então a pesquisar sobre descarbonização química, um processo de eficácia um tanto controversa, mas que parece atenuar os efeitos de casos de carbonizações leves. Cogitei comprar alguns kits de descarbonização com produtos da Bardahl, mas recebi algumas recomendações do Perfect Clean, da Koube. Procurei informações a respeito dele e encontrei diversos relatos positivos.

O Perfect Clean é mais barato que outros aditivos, e definitivamente muito mais barato que retífica. Concluí que valeria a pena arriscar.

Não posso afirmar com 100% de certeza que o Perfect Clean funcionou nesse caso, pois os sintomas já estavam bastante atenuados após as limpezas feitas pelo mecânico e as mudanças no uso do automóvel. Além disso, eu não utilizo muito este carro, de modo que mesmo quando o problema estava mais crítico, comigo ele não chegou a falhar tanto. Mas o fato é que não percebi mais nenhuma falha após o uso do Perfect Clean.

Se eu pretendo usar o Perfect Clean como preventivo em outros carros? Provavelmente não. Pelo menos não em carros com motor flex, pois o uso do etanol já diminui bastante a carbonização do motor. Basta verificar que mais de 50% do conteúdo do próprio Perfect Clean é etanol anidro.

Mas em carros que usam apenas gasolina até que faz sentido. Há até quem coloque um pouco de etanol em carros não-flex eventualmente com o objetivo de evitar carbonização. Talvez os demais componentes do Perfect Clean façam a diferença? Ou talvez usar exclusivamente gasolina aditivada de boa qualidade baste? Deixo essa para os especialistas.

Já para casos de carbonização leve acho que vale a pena tentar o Perfect Clean, pois além de funcionar muito bem para casos leves o custo é excelente e incomparável com o preço de desmontar o motor para limpar. Se funcionar ótimo, se não funcionar o prejuízo será irrisório.”

Se você deseja economizar na manutenção do veículo, no consumo do combustível e no desempenho do motor: Aplique o Perfect Clean ao menos uma vez à cada 6 meses. Para veículos que possuem direção direta, use o Direct Clean. Gostou da postagem, se interessou pelo produto? O Posto 214 Sul possui disponível, 24 horas, para melhor atendê-lo, busque o seu e experimente!!

Escreva um comentário