Quem nunca desejou personalizar a moto e deixá-la com um design único que se destaque entre tantas do mesmo modelo que topamos ao sair na rua? Pois é, esse é o sonho da maioria dos motoqueiros.

Muitas pessoas se dedicam bastante a oferecer um estilo único para esses automóveis. Entretanto, o que parece ser apenas uma brincadeira e expressão artística, possui nuances muito sérios que envolve até a legislação.

Pensando nisso, nós do Posto 214 Sul, vamos te deixar por dentro de todas as determinações da lei sobre a customização de motos.

Afinal, eu posso customizar minha moto do jeito que eu quiser?

A resposta para essa pergunta é: sim e não. Ou, se você preferir: depende.

Você pode sim utilizar toda a sua criatividade para customização de motos e realizar uma arte incrível em sua moto. No entanto, antes de colocar suas ideias em prática você precisa se certificar que nada do que você planeja fazer vai contra as leis.

O que adianta ter uma moto incrível se você não pode exibi-la por aí sem levar uma multa ou coisa pior? Portanto, ao decidir customizar a sua moto realize um planejamento bem organizado.

O que é permitido fazer na customização de motos?

Pintura

A pintura é um ponto crucial na customização, pois ela que será a base para o novo visual. Entretanto, se você for mudar a pintura de mais de 50% da sua moto, você, obrigatoriamente, deve avisar o Detran.

Afinal, a pintura faz parte da identidade legal da sua moto.

Itens de sinalização

Todos os itens de sinalização (lanterna, seta, farol, para-lama, velocímetros e luz de freio) podem ser customizadas no sentido de mudança de formato.

Porém, nenhum deles pode ser removido da moto e as cores das luzes da lanterna, seta e farol não podem ser mudadas em nenhuma circunstância.

Tanque de combustível, rodas e guidão

Todas essas peças podem ser customizadas seguindo regras impostas pelo INMETRO.

Quanto ao guidão, é necessário se certificar de que a altura não seja superior ao do ombro do piloto e que ele possuía largura entre 600 e 950 milímetros.

As rodas possuem um diâmetro padrão, dessa forma você pode personaliza-las da maneira que quiser, contanto que mantenha o diâmetro externo dos pneus de acordo com esse padrão.

O tanque de combustível, além de precisar seguir padrões INMETRO, também precisa da aprovação desse órgão para ser realizada.

Motor

Para que a customização do motor seja realizada é necessária uma autorização prévia do Detran. Por isso, antes de implantar um novo motor, certifique-se de adquirir um que obedeça às regras desse departamento para que você consiga a autorização necessária.

Por que a legislação acerca da customização de motos é importante?

O chassi e o escapamento são os únicos dois itens que não podem sofrer nenhuma alteração na realização da customização da moto. Isso acontece porque esses dois elementos podem afetar bastante a estrutura de funcionamento da moto.

É possível observar que todas as restrições quanto à customização se referem a segurança do piloto e dos outros motoristas e pedestres.

Por isso, essa legislação é tão importante, ela garante que não sejam realizadas mudanças nas motos que possam vir a causar acidentes, pondo em risco a vida de muitas pessoas por causa da customização de motos.

Para mais informações do mundo automobilístico, entre no blog do Posto 214 Sul e fique por dentro do nosso conteúdo! Assista o vídeo do Reflect car para deixar sua moto brilhando como nova!

Escreva um comentário