Como identificar adulteração no óleo diesel?

adulteração diesel

A adulteração do óleo diesel, e outros combustíveis, é uma prática criminosa que tem como objetivo gerar maior lucro para quem está comercializando o produto adulterado. O problema é que isso gera prejuízos para o carro do consumidor. Uma investigação começou em 2020 e em 2021 ainda foram encontrados casos de óleo diesel fora dos padrões, o que fez com que a ANP (Agência nacional de petróleo, gás e biocombustíveis) intensificasse suas investigações.

Como consumidor é preciso ficar atento ao desempenho do seu automóvel, pois se você perceber que ele está apresentando mau funcionamento mesmo estando com a revisão em dia, pode ser que o combustível, como o óleo diesel, por exemplo, tenha sido adulterado.

Continue lendo para saber o que fazer para identificar essa adulteração e quais atitudes tomar.

Como é feita a adulteração do óleo diesel?

O óleo diesel é um dos combustíveis mais utilizados do Brasil. Esse destilado médio possui muita importância para o setor rodoviário, sendo líder desse segmento, além de também ser a primeira opção para veículos de grande porte que cruzam o país, como, por exemplo, os caminhões que levam produtos e encomendas de um estado a outro.

É extremamente lucrativo adulterar algo que é utilizado todos os dias em todo o país, mas para que os carros possam funcionar com perfeição evitando até acidentes nas estradas, a ANP criou um padrão que precisa ser seguido.

Infelizmente, alguns caminhoneiros e postos revendedores burlam essas regras para obter maior lucro. A adulteração do óleo diesel é feita quando se adiciona outro composto em sua mistura, como: querosene, óleos residuais, biodiesel, já que esses óleos se unem perfeitamente ao óleo diesel. No entanto, fique atento, se seu veículo apresentar problemas logo após o abastecimento é possível que o óleo diesel tenha sido adulterado.

3 sinais de que o óleo diesel pode ter sido adulterado

O óleo diesel adulterado interfere diretamente no funcionamento do seu veículo.  A primeira parte do automóvel a sentir os maus efeitos causados pela adulteração é o motor que demonstra fraco desempenho e em alguns casos nem liga. Fique atento aos sinais:

  • Indicação do motor – se por acaso uma luz com desenho indicando o motor acender no painel do veículo, desconfie. Esse ícone acende quando o automóvel apresenta algum problema e isso pode ser o sistema acusando que o óleo diesel foi adulterado.
  • Consumo desregulado – outra maneira de identificar um combustível adulterado é quando o consumo do seu carro muda de uma hora para outra. Se por algum motivo você precisou abastecer em um posto diferente e percebeu que o óleo diesel acabou mais rápido do que de costume, ele pode ter sido adulterado.
  • Veículo apresentando desempenho ruim – talvez seu veículo esteja funcionando de maneira diferente, perdeu a potência que tinha ou está dando algumas falhas (aquelas temidas engasgadas). Tudo isso pode ter sido causado por um combustível que foi adulterado.

No entanto, vale a pena lembrar que esses problemas podem ser causados por outros motivos. Desconfie do posto, mas antes de levar o seu veículo a um mecânico, adicione aditivos para fazer uma limpeza de custo baixo e preventiva.

O que fazer quando tiver certeza que o óleo diesel foi adulterado?

Se, de fato, depois de abastecer em algum posto seu veículo apresentou falhas e deu sinais o levando a crer que o óleo diesel utilizado pode estar batizado, é importante que você faça uma análise química do produto. Essa análise seguirá os parâmetros de qualidade exigidos pela ANP e determinará se o combustível foi mesmo adulterado, o Posto 214 Sul é capacitado para te ajudar a fazer esta análise sem custos.

O teste comprovou a adulteração? Você pode denunciar o posto que fez o abastecimento. Leve a nota fiscal que você recebeu no abastecimento e um laudo que comprove os danos causados pelo óleo diesel adulterado. Depois, você pode fazer sua denúncia pela ANP e o Procon.

É importante descartar o combustível adulterado e, se possível, fazer uma revisão prévia com aditivos específicos e que realmente funcionam para poder retomar o funcionamento normal.

E afinal, vale apena abastecer combustível a preço de nota fiscal? Descubra as vantagens de comprar combustíveis a preço de nota fiscal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *