Todas as pessoas que têm carro sabem da necessidade de adotar diversos cuidados para que o veículo não sofra tantos desgastes com o passar do tempo. Nesse cenário, o condicionador de metais é uma das alternativas indispensáveis para quem deseja sempre garantir o melhor desempenho do seu veículo.

O produto, que é também conhecido como redutor de atrito, foi desenvolvido para agir sobre as peças metálicas do carro que, com o tempo, vão sofrendo desgastes, e umas das suas funções é potencializar o efeito dos lubrificantes.

O condicionador de metais é capaz, ainda, de diminuir o impacto entre uma peça e outra, fazendo aumentar a vida útil de cada uma delas.

Saiba mais sobre esse produto que não pode deixar de fazer parte da sua lista de cuidados com o carro.

O que é o condicionador de metais?

Trata-se de um produto de origem sintética a base de nanotecnologia, desenvolvido para ser utilizado no motor do carro, onde forma uma superproteção evitando o desgaste das peças metálicas.

A fricção a qual as peças estão sujeitas, acaba provocando desgaste, mas com a ação do condicionador de metais, o atrito sofrido por elas é reduzido e o desgaste é evitado, fazendo as peças acabarem tendo maior durabilidade.

Durante sua ação, o condicionador entra em contato com a superfície, formando uma película que endurece e protege o metal.

O produto possibilita também proteção antioxidante e anticorrosiva, mas é importante destacar que não substitui nenhum fluido automotivo, mas aumenta o efeito do lubrificante ou do óleo.

Pelo fato de ser desenvolvido com nanotecnologia, o produto não interfere nas as folgas mínimas entre as peças e mantém a tolerância original de fábrica.

Principais vantagens do condicionador de metais

Conheça a seguir, as principais vantagens que a utilização do condicionador de metais pode possibilitar.

  • Diminuição dos ruídos e vibrações, que é possível graças ao aumento da lubrificação;
  • Redução na emissão de gases poluentes;
  • Proteção antioxidante e anticorrosiva;
  • Facilidade nas partidas a frio, graças ao maior desempenho das peças;
  • Redução no desgaste causado pela falta de lubrificação;
  • Redução no consumo de combustíveis, devido ao fato de as peças precisarem de menos força para funcionarem;
  • Ganho de potência gerado pela redução de atrito.

O condicionador de metais pode ser misturado com todos os tipos de lubrificantes, ou seja, o mineral, o sintético e o semissintético.

A utilização junto com o óleo lubrificante é apenas para que o produto seja espalhado pelo sistema e isso não altera as características dos óleos lubrificantes, portanto, o condicionador não pode ser considerado um aditivo.

Como e quando aplicar o condicionado de metal no carro?

Para utilizar o condicionador, você pode ler as indicações de uso presentes na embalagem ou procurar o Posto 214 Sul para aplica-lo gratuitamente.

A aplicação do produto geralmente é realizada a cada duas trocas de óleo, 20.000 km, dependendo da marca do condicionador.

Gostou das dicas? Conheça outras informações importantes sobre cuidados com o seu carro, acessando nosso blog. Leia também: Veículo No Verão: 5 Cuidados Que Você Precisa Ter.

Escreva um comentário