Você sabe a importância de trocar o óleo do carro frequentemente? Essa lubrificação é essencial para prolongar a vida útil das peças móveis de seu veículo, prevenindo acidentes e evitando gastos imprevistos.

Fora isso, auxilia a conter o superaquecimento do motor, permitindo o bom funcionamento de todo o veículo. Respeitar a frequência da troca de óleo é importante para garantir que o carro tenha o máximo desempenho. Continue lendo para saber mais!

Qual a frequência para trocar o óleo do carro?

É importante verificar o nível do óleo com regularidade e utilizar o lubrificante indicado pelo fabricante de seu carro ou similar. São três tipos de óleos: mineral, sintético ou semissintético.

A mistura não deve ser feita, de forma a não prejudicar o veículo. Se você precisa completar o nível de óleo e tem dúvidas acerca de qual óleo escolher, sempre procure ajuda profissional.

Você deve trocar o óleo do carro conforme a quilometragem rodada ou quando o nível de óleo for insuficiente. Cada carro, baseado na rotina do motorista, possui uma necessidade distinta. Mesmo carros com pouco uso devem ter óleo trocado.

O ideal é verificar o nível do óleo mensalmente (ou a cada abastecimento): basta esperar o motor resfriar e, com o auxílio da vareta, identificar se o nível está entre o marcador mínimo e máximo. O nível médio é o mais indicado, pois um nível muito alto poderá vazar e atingir as demais partes do carro.

Por outro lado, um nível muito baixo vai causar a falta de lubrificação. Ao trocar totalmente o óleo do carro, lembre-se de fazer também a troca do filtro que, por acumular muitas impurezas, obstrui a passagem do óleo. Essa troca, ainda que menos frequente, não pode deixar de existir.

Por que trocar o óleo do carro?

Ainda que você tenha rodado pouco com o carro, o óleo deve ser trocado por conter em sua composição aditivos que perdem a validade, logo, a eficácia. Níveis muito baixos de óleo irão prejudicar a limpeza e refrigeração do motor, impactando negativamente em seu desempenho.

É importante efetuar a troca de óleo com o auxílio de um profissional de confiança. Ele saberá aferir a necessidade de completar ou trocar completamente. Fatores como a viscosidade impactam nessa decisão.

Veja também:

Manutenção do motor, o que fazer com baixo custo?

Qual tipo de óleo utilizar?

Esteja atento ao manual do proprietário do seu carro. Cada motor possui um lubrificante ideal e essa informação deve ser, na medida do possível, respeitada. O óleo mineral é o mais utilizado, embora tenha restrições para o controle de altas temperaturas.

Motores de altas rotações devem receber óleos semissintéticos, pois a combinação de óleo mineral com sintético auxilia a impedir o atrito excessivo entre as partes do motor, prolongando a sua vida útil.

Veja também:

Por que escolher um lubrificante de qualidade é importante para o meu carro?

Conte com o Posto 214 Sul para a troca de óleo de seu carro. Conheça nossos outros serviços e o nosso reality show.

Cadastre seu e-mail para receber conteúdo em primeira mão.

Escreva um comentário