O martelinho de ouro é uma técnica bastante disseminada em muitas oficinas e postos do país, mas ainda existem muitas dúvidas em relação ao seu uso na hora de fazer a manutenção na lataria do veículo. Por isso, neste artigo, vamos falar sobre as situações que, de fato, valem à pena recorrer à técnica do martelinho de ouro.

Como funciona o martelinho de ouro?

A técnica consiste em restaurar a aparência original da lataria, que tenha sofrido algum tipo de dano mais superficial, como arranhões, amassados, batidas leves ou mesmo chuva de granizo, e que não tenha a necessidade do serviço de pintura.

Vale ressaltar que a escolha do mecânico ou estabelecimento para executar essa técnica deve ser de confiança, uma vez que um serviço mal executado pode piorar a aparência das avarias. Afinal, trata-se de um trabalho artesanal e que exige muita paciência e concentração do profissional, o que pode fazer toda a diferença no resultado final.

Quais as vantagens do martelinho de ouro?

As principais vantagens em aderir à técnica do martelinho de ouro, no geral, são a rapidez em que normalmente se executa esse serviço, o menor preço, em relação a outros tipos de manutenção, e a possibilidade de manter a originalidade do carro, em questão de pintura e textura originais ou mesmo a lataria, quando não há a necessidade de troca.

Com fins de comparação, o tempo de serviço do martelinho de ouro leva em torno de uma hora, ou até menos, para resolver cada amassado, enquanto o trabalho de funilaria e pintura é feito, em média, em três dias para entregar o carro pronto.

Quando vale à pena usar o martelinho de ouro?

Geralmente, quem recorre a técnica do martelinho de ouro são proprietários ou revendedores de veículos, com o objetivo de restaurá-los à sua aparência original e, em muitos casos, para valorizá-los no momento da venda. Mas, afinal, quando realmente vale à pena utilizar o martelinho de ouro?

Primeiramente, pode parecer óbvio, mas caso você possa contar com a opinião de um profissional de confiança sobre o seu caso, é ainda melhor. Porém, existem alguns pontos a serem observados para se chegar a essa resposta.

O primeiro e principal é verificar se no local do amassado houve algum estrago na pintura, seja uma rachadura ou qualquer prejuízo aparente nesse sentido. Nos casos em que a pintura foi atingida, a indicação é contratar diretamente os serviços de funilaria e pintura, não mais o martelinho de ouro.

A partir desse ponto, em situações mais complexas, deve-se desconsiderar essa técnica, pois existe um risco alto de não alcançar bons resultados. Portanto, não são indicados para a técnica do martelinho de ouro os casos que necessitam dos trabalhos de funilaria e pintura e, também, a troca da lataria.

Portanto, normalmente, todas as circunstâncias que envolvem pequenos amassados, sem prejuízos à pintura, são passíveis de serem plenamente resolvidos com a técnica do martelinho de ouro.

Gostou das nossas dicas? Então, fique por dentro de todos os assuntos relacionados ao mundo automotivo e conheça os nossos produtos e serviços exclusivos.

No Posto 214 Sul, você encontra 8 tipos de serviços para você e para o seu carro! Posto de gasolina não é tudo igual!

Escreva um comentário