Tudo sobre: Como calibrar o pneu!

como calibrar pneu

Os cuidados com carro é algo de extrema importância. São esses cuidados que vão definir a segurança de todos que usam o veículo, motorista e passageiro, além de ser uma forma de preservar o perfeito funcionamento do automóvel, o que será decisivo no valor comercial, caso você queira vendê-lo futuramente.

Por isso, manter seu veículo com a manutenção em dia tem tamanha importância. É dessa forma que você terá mais conforto utilizando seu carro, sempre de uma maneira segura e responsável. Algumas pessoas subestimam detalhes pequenos que, no final das contas, podem fazer uma grande diferença, como os cuidados com a calibragem dos pneus.

Como calibrar pneu? Existe um jeito certo de fazer isso? Quais os benefícios em ter os pneus bem calibrados? Se você deseja saber como calibrar pneus e qual é a importância disso, continue lendo o texto abaixo.

Qual é a importância de como calibrar os pneus?

A calibragem dos pneus deve ser feita frequentemente, assim como abastecemos com combustível, mas infelizmente nem todos estão atentos quando o assunto é calibragem, deixando isso para ser feito antes de uma longa viagem ou quando o serviço não é feito há muito tempo.

A calibragem dos pneus está diretamente ligada a segurança dos usuários do automóvel, visto que pneus calibrados da maneira correta garante mais estabilidade ao motorista, fazendo com que tenha um melhor controle do veículo. Isso pode ser fundamental na hora de evitar acidentes, por exemplo.

Além disso, a calibragem garante também maior fluidez ao carro nas estradas, permitindo que ele tenha um melhor desenvolvimento no percurso e proporcionando, assim, mais conforto a todos. Imagina que seus passageiros são idosos ou bebês, isso certamente fará diferença para eles.

Pneus bem calibrados podem gerar uma economia no combustível também. Acontece que o motor precisa fazer mais força para movimentar um veículo com pneus murchos, o que aumenta o gasto do combustível em 20%. Portanto, além de segurança e conforto, a calibragem ainda ajuda o motorista a economizar.

Existe uma maneira correta de calibrar pneu?

Como citado acima, a calibragem dos pneus pode interferir na força que o motor faz e, consequentemente, gastar mais combustível. Mas, mais do que isso, a calibragem tem uma ação sobre outras áreas também. Essa calibragem, sendo alta ou baixa, pode afetar na distância da frenagem com o automóvel da frente.

Devido a esse, entre outros fatores, devemos sempre checar se estamos fazendo a calibragem de maneira correta. Como calibrar o pneu? Você sabia que a calibragem do carro determina a estabilidade e também a aderência que o veículo tem sobre o solo? e que pneus cheios demais desgastam mais no centro, vazios demais desgastam nas laterais?

É tudo verdade. Por isso, é comum você ficar em dúvida sobre como calibrar o pneu do jeito certo. Assim, é natural que você pergunte isso a um profissional que trabalha no local e ele questione se você prefere calibragem 28 ou 30 libras. Entre as duas, qual é a ideal para o seu tipo de veículo?

Apesar de ser um profissional, é um tanto arriscado simplesmente escolher entre uma dessas opções. A resposta para essa pergunta está no manual do carro onde consta a pressão de calibragem indicada pelo fabricante, pois a calibragem varia de acordo com o aro ou com o peso colocado no automóvel. Então, é melhor olhar o manual antes de calibrar.

Nitrogênio ou ar comprimido? Qual é melhor?

Outro detalhe que devemos estar atentos está relacionado ao ar que será utilizado para fazer a calibragem dos pneus. Se você acompanhou o texto desde o começo, sabe que existe uma pressão correta a ser usada na hora da calibragem e onde encontrar essa pressão para não fazer as coisas de qualquer jeito.

Agora, quando for fazer a calibragem dos pneus será necessário optar por duas alternativas de enchimento: o nitrogênio e o ar comprimido, que é mais popular. Claramente, existem diferenças entre essas opções e para que você saiba qual delas é a melhor para você, tentaremos esclarecê-las.

Apesar de o ar comprimido ser mais comum, o nitrogênio consegue manter por mais tempo a pressão ideal do pneu, não havendo expansão do preenchimento sob temperaturas altas. Optando pelo nitrogênio, o pneu do carro terá menos desgaste, o que permitirá que a revisão da regulagem seja feita com um espaço maior entre elas.

O nitrogênio também é capaz de proporcionar um melhor desempenho ao veículo. Agora, para fazer a substituição do ar comprimido para o nitrogênio, ou vice-versa, é preciso esvaziar o pneu por completo, tomando os devidos cuidados. Atenção: em hipótese nenhuma esses dois enchimentos podem ser misturados no pneu.

4 Vantagens de calibrar o pneu corretamente

No geral, todo cuidado com o carro reflete em coisas positivas, por isso é tão necessário ter aquele zelo pelo veículo para que ele continue funcionando em perfeitas condições, assim, oferecendo conforto nas viagens. Essa também é uma excelente maneira de evitar dor de cabeça e gastos não previstos.

Quando você mantém a manutenção e revisão do seu carro em dia, incluindo a calibragem dos pneus, você previne ser pego de surpresa por problemas que poderiam ser facilmente evitados. Por isso, listamos abaixo quatro vantagens em calibrar os pneus corretamente. Fique atento.

  1. Economia – Mantendo a calibragem dos pneus em dia, você evita que o motor faça força para se mover e, com isso, ela gasta mais combustível do que o necessário para fazer o percurso. Isso reflete numa economia de combustível, o que é bom para as contas no fim do mês
  2. Segurança – Os pneus devidamente calibrados possuem uma maior estabilidade e melhor aderência ao solo. Isso permite que o motorista tenha mais controle sobre a direção, podendo ajudar até a evitar acidentes, o que concede segurança a todos que estiverem dentro do veículo.
  3. Conforto – A calibragem também está diretamente ligada a fluidez do carro na pista, fazendo com que ele siga viagem de forma mais leve. É claro, que isso traz mais conforto para viagem, principalmente se forem viagens longas.
  4. Longevidade dos pneus – Os pneus possuem um pressão correta para serem calibrados, essa informação você encontra no manual. Além disso, quando os pneus estão muito cheios, ocorre um desgaste maior no centro. Por outro lado, eles estando mais vazios, afeta as laterais.

Qual é a melhor frequência para calibrar os pneus?

É recomendado que você calibre os pneus sempre que perceber eles murchos, por isso é bom estar sempre dando uma olhada. Apesar dessa dica ser bem óbvia, nem sempre essa necessidade será tão aparente. É por isso que existe a necessidade de uma frequência na calibragem dos pneus.

Sendo assim, o mais indicado é que a calibragem seja feita semanalmente, escolha um dia da semana e deixe que a calibragem faça parte da rotina desse dia, esse serviço pode ser feito até de 15 em 15 dias. O ideal é que o local de calibragem não seja muito longe, para isso é bom que o carro não rode mais de 3km até o local onde será feita a calibragem.

Não esqueça de calibrar o estepe também. Se acontecer uma emergência e você precisar fazer uma troca, é importante que o estepe esteja em condições de uso, para isso você deve mantê-lo tão bem calibrado quanto os pneus em uso no carro. Por esse motivo, mantenha ele calibrado com até duas libras a mais, caso ele esvazie dentro do porta malas.

Você pode encontrar aparelhos para calibrar os pneus do seu veículo em oficinas especializadas, lojas de pneus e em postos de combustível. Geralmente, os aparelhos mais usados são os dos postos, mas, independente de onde a calibragem for feita, há sempre um profissional capaz para ajudar caso você precise. No Posto 214 Sul você encontra o calibrador de pneus nas bombas de abastecimento, na lavagem e na borracharia.

Descubra agora como economizar na compra de combustível, adquirindo gasolina a preço de nota fiscal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *