Quem tem um veículo sabe o quanto é importante cuidar bem do carro e mantê-lo sempre em bom estado de conservação. Isso afeta tanto o conforto quanto a possibilidade de trocá-lo ou vendê-lo por um preço interessante no futuro.

Entretanto, nem todos os proprietários sabem quais cuidados devem ser tomados para manter o automóvel impecável. Por isso, preparamos 5 dicas essenciais que vão auxiliá-lo nessa tarefa e tornar sua vida mais fácil na hora de conservar seu carro. Quer saber quais são elas? Então, continue a leitura!

1. Cuidar da higiene do carro

Manter o veículo higienizado e limpo ajuda não só na sua saúde e de quem mais usar o carro — já que combate a proliferação de germes e bactérias —, mas também a garante o bom funcionamento de peças pouco resistentes a poeira e sujeira.

Use aspirador de pó, espanador ou qualquer outro produto que auxilie na eliminação de resíduos que possam prejudicar o funcionamento do automóvel. Dê atenção especial aos filtros de ar, pois o acúmulo de poeira nesse acessório pode causar entupimento e trazer riscos à saúde ao espalhar germes no interior do veículo.

Além disso, cuide bem de tapetes e bancos, pois a falta de limpeza desses itens pode causar mau cheiro e alergias em razão do acúmulo de ácaros e fungos. Além disso, pode provocar manchas difíceis (e caras) de remover.

Cuide também da parte externa do automóvel. Isso evita desgastes causados por substâncias que podem prejudicar a lataria ou a pintura. E mais: deixar o carro sempre limpo externamente dá um aspecto bonito e causa boa impressão aos amigos, familiares e até aquela pessoa amada que preza pela boa higiene e organização.

2. Mantenha as revisões em dia

Cuidar do carro é como cuidar da própria saúde: não deixe para levá-lo ao mecânico apenas quando ocorrer um problema. Faça as revisões periódicas, sempre de acordo com as recomendações descritas no manual do fabricante.

Negligenciar a manutenção preventiva pode trazer sérios prejuízos ao veículo, além do risco de provocar acidentes. Por isso, atente-se aos cuidados necessários para manter a conservação de peças importantes, como:

  • troca de filtros de ar e óleo;
  • adição de aditivos de combustíveis.
  • balanceamento e alinhamento dos pneus;
  • substituição do fluido de freio;
  • limpeza do sistema de arrefecimento.

3. Priorize peças conceituadas no mercado

Muita atenção na hora de substituir as peças do veículo. Sempre leve e compre peças em empresas responsáveis e de confiança para evitar problemas mecânicos, risco de acidentes graves e até perda de garantia do automóvel. Peças não originais não passam pelos rigorosos testes necessários para garantir sua qualidade.

Então, evite instalar itens de qualidade inferior à mencionada no manual do automóvel. Além disso, fiscalize se o mecânico também está tomando o cuidado de repor os componentes danificados com peças reconhecidas no mercado e confiáveis.

4. Atente-se ao superaquecimento do motor

Outra atitude que pode trazer sérios riscos à integridade do seu automóvel é conduzi-lo em processo de superaquecimento. Fique de olho no termômetro instalado no painel do veículo para monitorar a temperatura do motor, evitando esse problema.

Caso ocorra, pare o carro em um local seguro, desligue-o, abra a tampa do motor e aguarde o seu esfriamento completo. Após a queda da temperatura, verifique se o reservatório de água está no nível correto e, em caso positivo, complete até atingir o nível indicado.

Muito cuidado! O reservatório pode conter vapores em alta pressão, o que pode causar graves queimaduras. Para se prevenir dessa situação, certifique-se semanalmente — e antes de uma longa viagem — se a água do compartimento está em níveis normais.

5. Utilize combustível apropriado

Mesmo com o preço dos combustíveis em alta, utilizar produtos não compatíveis com os componentes do motor pode trazer prejuízos financeiros maiores ainda. Atente-se sempre à procedência do combustível que está usando e certifique-se de que sua composição está de acordo com o recomendado no manual do veículo, além de escolher postos que atendam aos padrões de qualidade previstos pela lei.

Produtos misturados ou com baixa qualidade podem conter substâncias nocivas ao motor do carro, reduzindo sua vida útil e deixando você na mão quando menos esperar.

Como se pode ver, seguir essas dicas é fundamental para quem deseja cuidar bem do carro. São processos simples e que, na maioria das vezes, fazem toda a diferença na conservação dos componentes do veículo.

Gostou do que aprendeu? Então, que tal assistir nosso vídeo e descobrir como fazer o teste de combustível para ver a qualidade?

Escreva um comentário